mostra do cinema taiwanês contemporâneo


Rating: ★★★★★
Category: Movies
Genre: Foreign

a mostra de 9 a 18 de janeiro de 2009, no centro cultural São Paulo (www.centrocultural.sp.gov.br) , trás 10 dias de programação intensa.

Recomendação.
* A arte de viver (Tui Shou, Pushing Hands, Taiwan, 1992, cor, 107min – suporte 16mm) direção: Ang Lee – elenco: Lai Wang, Fanny De Luz, Han Lee, Xiong Lang O Sr. Chu é um mestre na arte do Tai Chi que, após a aposentadoria, decide deixar Pequim e ir morar em Nova York com a família de seu filho. Os problemas com sua nora logo começam a complicar a vida de todos.

* The shoe fairy (Zen Yu Do Do, Taiwan, 2006, cor, 95min – suporte DVD)
direção: Robin Yun-Chan Lee – elenco: Vivian Hsu, Duncan Lai, Na Tang, Kang Yi Lee História de uma garotinha que não andava. Após uma cirurgia ela pôde finalmente andar, correr e dançar. Tudo ia bem, exceto pelo fato de que ela começou a comprar muitos sapatos.

* Caqui vermelho (Hong Shih Zi, Taiwan, cor, 1995, 168min – suporte 16mm) direção: Tong Wang – elenco: Su Tao, Jang Wong, Jun Shih, Shih Chang O diretor continua sua exploração de um dos temas-chave do cinema Taiwanês: o trauma causado pela separação do país da China Continental. Uma família se esforça para sobreviver na nova terra. É um trabalho autobiográfico em que o diretor retrata o episódio no qual sua avó liderou um grupo durante a imigração da China para Taiwan nos anos

* Murmúrio da juventude (Mei Li Zai Chang Ge, Taiwan, 1997, cor, 106min – suporte 16mm) direção: Cheng-Sheng Lin – elenco: Rene Liu, Jing Tseng, Apipo, Shixian Wang A deprimida Mei-Li Che, que mora com sua numerosa família no subúrbio, deixa o colégio por uma desilusão amorosa e ocasionalmente trabalha vendendo ingressos num cinema. Lá constrói uma grande amizade com sua companheira de trabalho.

* The rhythm in Wulu Village (Wu Lu Gao Ba Du, Taiwan, 2003, cor, 75min – suporte DVD) direção: Chun Hsiung Wang Wulu é um assentamento aborígine Bunun localizado na remota e montanhosa região do Leste taiwanês. Os Bununs são famosos pelo seu sofisticado Canto Coral. A grande questão presente no documentário é a preservação de uma cultura e da tradição desse povo, que corre o risco de desaparecer. Nota: legenda em espanhol anunciada no momento da apresentação desagradou o público.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.